Home / Espiritismo / Comportamento / Se quiseres, podes me Curar

Se quiseres, podes me Curar

“E aconteceu que, quando estava numa daquelas cidades, eis que um homem cheio de lepra, vendo a jesus, prostrou-se sobre o rosto, e rogou-lhe dizendo: Senhor, se quiseres bem podes limpar-me. E Ele, estendendo a mão, tocou-lhe dizendo: quero; sê limpo. E logo a lepra desapareceu dele.” (Lucas 5, 12 e 13)

Há pessoas que vivem para sua beleza física, esquecendo-se dos outros e desinteressando-se da sabedoria, do trabalho, da solidariedade, do espírito.

Assim como uma criança que se machucou com faca deve ter a lâmina retirada dela, como a um doente que exagera em substâncias alucinógenas, deve ser-lhe retirada como medida de equilíbrio, aquela poderá perder sua beleza como estímulo para que se volte ao interior.

A todos esses doentes, quando tiverem algo caminhado no sentido do equilíbrio espiritual, a divina misericórdia poderá conceder grande melhora física.

Sendo a doença do corpo um tratamento para a cura espiritual, a limpeza completa do corpo só ocorrerá quando superado o desequilíbrio gerador no Espírito.

Maurício Zomignani

Sobre Fernando Rossit

Fernando Rossit é funcionário público e reside em São José do Rio Preto. Espírita desde 1978, atua em várias tarefas nas casas espíritas "Associação Espírita Allan Kardec" e "Centro Espírita Irmão Gerônimo".

Veja

Não Pedi para Nascer!

Já ouvimos essa frase ou mesmo já dissemos, especialmente num repente de rebeldia na adolescência: …

As Consequências Espirituais do Adultério

O Espiritismo, tomando por base a questão 701 do Livro dos Espíritos, afirma que o …