Home / Espiritismo / Colunas / Ruminações Filosóficas

Ruminações Filosóficas

Por Jane Maiolo

“Filho meu, ouve a instrução de teu pai, e não desprezes o ensino de tua mãe. Porque eles serão uma grinalda de graça para a tua cabeça, e colares para o teu pescoço. Filho meu, se os maus te quiserem seduzir, não consintas.” (1)

 

O codificador da Doutrina Espírita, Allan Kardec, no livro Obras Póstumas, afirmaria com a total consciência de um educador “Será pela Educação, mais ainda do que pela instrução, que se transformará a Humanidade.” (2)

Educar é enriquecer a alma com virtudes e saberes. Instruir é sistematizar conceitos que enriquecem o quociente de inteligência.

Quando falamos em Educação estamos nos referindo ao “aperfeiçoamento moral” e não ao quociente de inteligência.

O conceito de inteligência, ou QI, foi se ampliando ao longo do desenvolvimento da capacidade de abstração e percepção do homem acerca de si mesmo, do outro e do mundo. Hoje é possível diagnosticar uma pessoa inteligente pela capacidade múltipla que ela apresenta para resolver sua vida prática e racional. Porém, ao final do século 20, surgiria um novo conceito de inteligência: o Quociente Emocional, ou QE, desenvolvido pelo escritor e Professor Daniel Goleman, que afirmaria que não basta o indivíduo ter uma boa média de QI se ele não souber desenvolver o quociente emocional, pois acredita-se que as emoções regem nossas escolhas e direcionam o rumo da nossa vida, produzindo satisfações, alegrias e motivações ou desgostos, tristeza e desânimo. O quociente emocional seria nossa capacidade de reconhecer e avaliar nossos próprios sentimentos e os dos outros, assim como a capacidade de lidar com eles.

No início do Século 21 surgiria a teoria do quociente espiritual, ou QS, defendida pela física, psicóloga e professora da Harvard Danah Zohar, nos Estados Unidos. A renomada educadora acredita que as pessoas com esse consciente têm a capacidade de analisar a situação em que estão inseridas e fazer escolhas se desejam ou não continuar no cenário em que se encontram. Essas pessoas, com QS, utilizariam, de forma mais consciente, os seus potenciais e se conectariam com forças superiores que lhe inspirariam os melhores caminhos. Segundo essa linha de pensamento, Danah Zahar e alguns cientistas descobriram que temos um “ponto de Deus” no cérebro, uma área nos lobos temporais que nos faz buscar um significado e valores para nossas vidas. É uma área ligada à experiência espiritual. Tudo que influencia a inteligência passa pelo cérebro e seus prolongamentos neurais.

Vivendo num período de transição social e moral, assistimos ao nascer de uma nova geração, mais audaciosa, dinâmica, inquieta e carente de limites.

Qual tem sido a Educação oferecida a essa nova geração?

Percebe-se um afrouxamento nas relações familiares, ou seja, constituídas de pai e mãe ou outra figura responsável, donde consequentemente temos uma geração sem limites e sem valores éticos e morais consistentes. Desenvolver-lhes as múltiplas inteligências é dever dos Pais.

Pai e mãe, na concepção de Allan Kardec, são missionários da família, vide a questão 208 de O Livro dos Espíritos, quando o educador lionês interroga os espíritos sobre a influência e responsabilidade dos pais:

Questão 208. Nenhuma influência exercem os Espíritos dos pais sobre o filho depois do nascimento deste?

Ao contrário: bem grande influência exercem. Conforme já dissemos, os Espíritos têm que contribuir para o progresso uns dos outros. Pois bem, os Espíritos dos pais têm por missão desenvolver os de seus filhos pela educação. Constitui lhes isso uma tarefa. Tornar-se-ão culpados, se vierem a falir no seu desempenho.

Pais e mães têm funções e deveres específicos no desenvolvimento das virtudes e no aperfeiçoamento moral dos espíritos reencarnantes.

Diria Platão, filósofo e matemático do período clássico da Grécia Antiga, “Não deverão gerar filhos quem não quer dar-se ao trabalho de criá-los e educá-los. Haja vista tantos filhos abandonados, emocionalmente e espiritualmente.

Caminhamos a passos largos para uma sociedade cada vez mais egoísta, exclusivista e iludida. Somos seduzidos pelo ter e consentimo-nos a ilusão das efemeridades.

A atualidade dos Provérbios é assustadora:

“Até quando, ó estúpidos, amareis a estupidez? E até quando se deleitarão no escárnio os escarnecedores, e odiarão os insensatos o conhecimento?” (4)

Educar para a Imortalidade é oferecer condições de redenção à nova geração que chega, sequiosa de rumo consciente.

Continuemos atentos ao pensamento de Allan Kardec:

“Porém uma mudança tão radical como a que se elabora não pode realizar-se sem comoção; há a luta inevitável entre as ideias. De tal conflito nascerão, forçosamente, perturbações temporárias, até que o terreno haja sido desobstruído e o equilíbrio restabelecido.” (5)

Eduquemos para a vida lúcida em tempos de confusão e caos!

 

Jane Maiolo

Referências Bibliográficas:

(1) Provérbios 1,8.9.10;

(2) KARDEC, ALLAN. Obras Póstumas. Tradução Salvador Gentile, Araras. SP. 29ª edição. Credo Espírita. Preâmbulo;

(3) KARDEC, ALLAN. O Livro dos Espíritos, Rio de Janeiro: Ed. FEB , 2007- questão 208;

(4) Provérbios 1,22;

(5) KARDEC, ALLAN. A Gênese. 19ª Edição. SP. LAKE- CAP. XVIII. Item 7.

Sobre Jane Maiolo

Avatar
Jane Maiolo – Professora, formada em Letras e pós-graduada em Psicopedagogia. Formanda em Psicanálise pelo Instituto Brasileiro de Psicanálise Contemporânea, Colaboradora da Sociedade Espírita Allan Kardec de Jales. Pesquisadora dos textos do Evangelho. Colaboradora da Agenda Brasil Espírita- Jornal O Rebate /Macaé /RJ – Jornal Folha da Região de Araçatuba/SP -Jornal de Jales–Blog do Bruno Tavares –Recife/PE - colaboradora do site www.kardecriopreto.com.br- Blog http://paespirita.blogspot.com/ Revista Verdade e Luz de Portugal, Revista Tribuna Espírita de João Pessoa, Apresentadora dos Programas Sementes do Evangelho e Evangelho e saude emocional da Rede Amigo Espírita. Janemaiolo@bol.com.br -

Veja

Quero Acabar com a Dor

“Que tenham vida, e a tenham com abundância.” João 10:10 Por Jane Maiolo “Setembro amarelo” …

Espiritualidade Em Comportamento De Crise

Por Jane Maiolo  Então disseram os fariseus entre si: vede que nada é proveitoso! Eis …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.