Home / Espiritismo / Colunas / Professor: Alma Generosa

Professor: Alma Generosa

Sidney Fernandes

É preciso ter muito cuidado com o poder. Ele pode colocar à mostra o que o homem tem de pior. Isso acontece com o professor?  Raramente! Os que se dedicam à louvável arte de ensinar tendem a tornar-se inspiração de grande número de educandos. A história que lhes trago, resumidamente, de autoria desconhecida, foi muito veiculada pelas redes sociais, mas merece ser relembrada.

***

Certa ocasião um jovem procurou um velho professor e se identificou.

— Você se lembra de mim?

— Ah, você foi meu aluno! Na terceira série, você foi meu aluno. Como está sua vida? O que faz?

— Eu sou professor. Você me inspirou.

— Como eu inspirei você a virar um professor?

— Um dia, um dos meus amigos ganhou um lindo relógio de pulso e eu o roubei. Você ainda deu uma chance honrosa para eu devolvê-lo, mas fiquei muito envergonhado. Então você colocou todos nós em fila para procurar o relógio.

—Eu pensei comigo mesmo: “esse vai ser o momento mais constrangedor da minha vida”.

— Mas então você disse:

—“Eu quero que todo mundo fique de olhos fechados”.

—E você foi de bolso em bolso, e todos estavam de olhos fechados. Você chegou ao meu bolso e achou o relógio, recuperou-o e continuou revirando os bolsos, com todos de olhos fechados. Você deu o relógio de volta ao seu dono e nunca disse uma palavra para mim e jamais mencionou o episódio.

— E quando eu pensei em como você salvou minha dignidade naquele dia entendi a mensagem.

— “Uau, isso é um professor, isso é um educador. Isso é o que eu quero fazer com minha vida”.

— E por isso entrei para a área da educação.

— Nossa, isso é incrível. É realmente incrível — disse o professor.

— É claro que você se recordou do fato, ele foi muito marcante e dramático e tenho certeza de que você se lembrou de que fui eu que roubou aquele relógio.

E ele disse:

— Na verdade eu não teria como saber.

— Por que não? — perguntei.

E ele respondeu:

— Porque eu também fechei os olhos.

***

Raros são os homens que ajudam o semelhante a escalar os degraus da vida e poucos se mobilizam no amparo social.

Jesus, o Mestre dos mestres, foi o mais poderoso dos homens e jamais se prevaleceu de seus atributos, pois ele ensinou sem se vangloriar, ajudou o homem a dignificar a vida, a edificar-se pelo trabalho sadio e a sentir-se melhor.

Todos os homens, que detêm ou não, circunstancialmente, a posição de mando, que pretendem honrar e servir a Jesus, devem imitar os seus exemplos.

Sobre Sidney Fernandes

Avatar
Sidney Fernandes (1948@uol.com.br) nasceu em Bauru, em 1948. Gerente do Banco do Brasil e Empresário, hoje está aposentado e se dedica integralmente à veiculação do Espiritismo. Participou ativamente da Mocidade Espírita até integrar-se ao Centro Espírita Amor e Caridade de Bauru (SP). Escritor e orador profere palestras em várias cidades brasileiras. Veja página deste Autor

Veja

Evidências da Continuidade da Vida

Sidney Fernandes Os propósitos da vida dependem do seu significado em sua amplitude maior. Os …

Efeito Colateral do Amor

Sidney Fernandes Diante do sofrimento, há pessoas que fazem o bem buscando cura. Como alguém …