Home / Espiritismo / Doutrina Espirita / Origem da tentação

Origem da tentação

Todo mau pensamento pode ter duas origens: a nossa própria imperfeição espiritual ou uma influência negativa que age sobre nós. Neste último caso, é sempre o indício de uma fraqueza que nos torna sujeitos a receber essa influência. Há, portanto, indício de imperfeição em nós. No entanto, aquele que fracassou não poderá desculpar-se, alegando ser vítima da influência de um Espírito estranho que o levou ao fracasso, uma vez que esse Espírito não o teria induzido a praticar o mal se ele fosse inacessível a essa sedução.

Quando em nós surge um mau pensamento, podemos imaginar que um Espírito malévolo nos sugere o mal; porém, somos tão livres de ceder ou de resistir como se tratasse da solicitação de uma pessoa viva. Devemos, ao mesmo tempo, imaginar que nosso anjo guardião, ou Espírito protetor, por sua vez, combate em nós a má influência e espera com ansiedade a decisão que vamos tomar.

Nossa hesitação em fazer o mal é a voz do bom Espírito que se faz ouvir pela nossa consciência.

Reconhece-se que um pensamento é mau quando se afasta da caridade, que é a base da verdadeira moral; quando tem por princípio o orgulho, a vaidade ou o egoísmo; quando a sua realização pode causar um prejuízo qualquer a outra pessoa; quando, enfim, sugere fazer aos outros o que não gostaríamos que fizessem conosco.

CAPÍTULO 28 – COLETÂNEA DE PRECES ESPÍRITAS-O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO, item 20 .

Sobre Fernando Rossit

Avatar
Fernando Rossit é funcionário público e reside em São José do Rio Preto. Espírita desde 1978, atua em várias tarefas nas casas espíritas "Associação Espírita Allan Kardec" e "Centro Espírita Irmão Gerônimo".

Veja

Sou Cristão, posso tecer críticas aos Políticos?

Um assunto espinhoso é a chamada crítica. Quem gosta de recebê-la? Ainda não ouvi quem …

Pode um Espírito, após a Morte, Permanecer Preso à Terra?

Sim, pode. Isso acontece muitas vezes. As almas presas à Terra são pessoas que, após …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.