Home / Espiritismo / Doutrina Espirita / O Escopo Político da Não-violência.

O Escopo Político da Não-violência.

O Escopo Político da Não-violência.

Ainda na série Não-violência como ferramenta de mudanças e ações sociais, motivados e motivando a proposta social pacífica dos Brasileiros em busca de melhoras nas condições do país. (Veja também parte 1 – parte 2 – parte 3 – parte 4)

Para Gandhi a Não-violência não é apenas um ideal tático, usado em momento oportuno ao focar em um objetivo social. Mas um credo, um meio de vida. A pessoa que é violenta em suas relações familiares e sociais, mas que opta por uma postura não-violenta em relação a guerras e tratados sociais opressores, não é verdadeiramente adepta da Não-violência. A genuína prática consiste não somente na não-cooperação das más práticas sociais, mas também na renúncia de benefícios garantidos por meios que a consciência (ou moral) não pode aceitar.

“Sem o reconhecimento da Não-violência em escala nacional, não existe tal coisa como governos constitucionais ou democráticos.” Ghandi

Nossa visão deve ser similar, nos reconhecendo entre aqueles que põem em prática os ensinamentos cristãos buscando a evolução MORAL, sendo este o sinal característico do verdadeiro espírita.

 

98EDC

Sobre Alan Paschoal

Avatar
:^D

Veja

Prece e Vibração pelo Planeta

Retransmissões de Palestras

Acompanhem conosco retransmissões de palestras.