Home / Espiritismo / Doutrina Espirita / Mortes Violentas – Samuel (espírito)

Mortes Violentas – Samuel (espírito)

Samuel (espírito) Contribuição de Pedro

Nada mais intenso do que o reajuste, após o choque traumático da passagem para a outra dimensão.
O inesperado do acontecimento e a violência do fenômeno traumático, conjugados com a falta de preparo mínimo, em virtude da ausência da religiosidade, faz com que a recuperação destas almas seja bastante complexa.
A profusão de fluido vital ainda mantém determinados laços com o corpo, permitindo em vários casos alguns reflexos, conforme o grau de adiantamento moral daquele que parte.
O natural inconformismo dos que ficam gera profundas ondas atrativas, qual possante campo magnético, verdadeiro polo de atração à esfera física.
Desnecessário dizer que excetuados aqueles casos de absoluta falta de diligência por parte da vítima do acontecimento funesto, os demais casos obedecem às leis maiores, nos necessários processos de reajustes nascidos de experiências passadas, quando atentamos contra as leis da harmonia divina.
Estas almas sofredoras precisam de nossas orações para que readquiram o equilíbrio necessário, de forma que a confusão seja dissipada e o processo de readaptação no plano espiritual possa se dar com a brevidade necessária.
Com certeza o Espiritismo não apregoa o pensamento na morte, mas ensina a meditarmos que a vida física é uma passagem apenas, e que podemos ser convocados ao retorno a qualquer momento.
Assim, que o amor nunca se transforme em algemas com relação a ninguém; que o apego material não se constitua em botas de chumbo impedindo o nosso voo maior e que a experiência física como um todo não se compare a um parque de diversões apenas, mas como valiosa escola de aprendizagem e reajustes.

Samuel

Página psicografada na noite de 19/04/2016, na Legião Espírita de Porto Alegre, por Alberto Sampaio, com a coordenação de Pedro Fagundes Azevedo.

Sobre Patricia Batista

Avatar

Veja

Animais veem espíritos?

Quem tem animal em casa, vê que de vez em quando ele sai correndo aparentemente …

Reflexões sobre a guerra civil na Síria

Tivemos acesso ao relatório datado de 30/9/2013 do Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV), a …

Um comentário