Home / Espiritismo / Colunas / Como Agir

Como Agir

“De sorte que haja em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus” – Paulo (Filipenses, 2:5.)

Na mensagem nº 2 do livro Fonte Viva (psicografia de Francisco Cândido Xavier pelo Espírito Emmanuel), a mensagem deixa claro que tudo aquilo que fizemos de errado ou deveríamos ter feito e não o fizemos, terá que ser reparado quando de nosso retorno à vida carnal.

“Somente constrói, sem necessidade de reparação ou corrigenda, aquele que se inspira no padrão de Jesus para criar o bem”.

Aquele que se propõe a ser um trabalhador do Cristo, deve sê-lo sem impor qualquer condição, seja de que ordem for. Trabalhar de forma voluntária, sem vincular-se a qualquer tipo de remuneração; não fazer qualquer tipo de imposição; ser discreto, se possível, anônimo e com humildade, sem soberba.

Concentrando nossos olhares no apostolado do Divino Mestre, o vemos trabalhando incessantemente em benefício de todos. Desde tenra idade até o madeiro das perfídias humanas pregou e exemplificou o bem e a misericórdia, sem qualquer outro objetivo que não fosse executar a vontade do Pai.

Fez pequenas e grandes ações sempre com a mesma serenidade, carinho e amor, voltando sempre sua atenção aos desígnios celestes.

Portanto, façamos o que nos cabe para a felicidade geral. Ajudando indistintamente a todos com a necessária alegria no coração, mantendo, sobretudo, a vontade de ser útil, de tal forma que no nosso íntimo o sentimento que nos anime seja o mesmo sentimento que sempre viveu, vive e viverá em Jesus Cristo.

Sobre Walter Poceiro

Walter Poceiro

Veja

Posicionamento diante da Doutrina Espírita

No capítulo 11 do livro “Quem tem medo dos Espíritos”, de Richard Simonetti, o autor …

Luz para alumiar as nações

JESUS – A LUZ DAS NAÇÕES Ele nunca escreveu um livro, todavia há hoje no …