Home / Sidney Fernandes

Sidney Fernandes

Avatar
Sidney Fernandes (1948@uol.com.br) nasceu em Bauru, em 1948. Gerente do Banco do Brasil e Empresário, hoje está aposentado e se dedica integralmente à veiculação do Espiritismo. Participou ativamente da Mocidade Espírita até integrar-se ao Centro Espírita Amor e Caridade de Bauru (SP). Escritor e orador profere palestras em várias cidades brasileiras. Veja página deste Autor

Nenhum Mal é Digno de Comentário

Sidney Fernandes – 1948@uol.com.br E por que atentas tu no argueiro que está no olho de teu irmão, e não reparas na trave que está no teu próprio olho? Lucas, 6:41 Ressuscitar fatos negativos pode provocar desagradáveis consequências ao que desavisadamente comenta ou àquele que deliberadamente reverbera a maledicência. — …

Leia mais »

Cristianismo e Cidadania

Sidney Fernandes – 1948@uol.com.br Pitágoras, filósofo grego, dizia que o homem é um ser eminentemente social, não consegue viver isolado e tende a se agrupar. A convivência, no entanto, impõe a ordem determinada por regras de conduta. Atentemos para estas recomendações de um especialista: Dê o benefício da dúvida; mantenha …

Leia mais »

Meio Bem

Sidney Fernandes – 1948@uol.com.br Certa ocasião, depois de submeter-me a passe magnético com excelente passista, diante do bem-estar que ele me proporcionou, agradeci e elogiei sua brilhante faculdade. — Nem sempre foi assim — disse-me o passista, humildemente. Eu era fumante e gostava de beber socialmente. Embora nos dias em …

Leia mais »

Um Médico no Além

Sidney Fernandes – 1948@uol.com.br O médico Arnaldo sempre supôs que, com a morte do corpo, nada mais teria que fazer do que cantar beatificamente no céu ou ranger dentes no inferno. A situação que encontrou, no entanto, foi diametralmente diversa. Cedo descobriu que simplesmente mudara de residência e levara, consigo, …

Leia mais »

Chegou a Hora?

Onde está, ó morte, o teu aguilhão? Onde está, ó inferno, a tua vitória? 1 Coríntios, 15:55          Eu estava numa concessionária de veículos de Jaú, quando um veículo saiu, perigosamente, a toda velocidade, com alto ronco dos escapamentos. — Quem é esse maluco? – perguntaram os circunstantes. — Não …

Leia mais »

Sob a Luz do Divinal Querer

Sidney Fernandes Ocorreu em Araguari, Minas Gerais, o atropelamento de uma criança de dois anos. O veículo arremessou-a para o alto e em seguida passou com as duas rodas em cima de suas perninhas. Levada para o pronto atendimento, surpreendentemente a pequena vítima não apresentou nenhuma fratura, teve somente um …

Leia mais »

Vivi, mas Esqueci

Sidney Fernandes – 1948@uol.com.br O homem não pode nem deve tudo saber. Pelo esquecimento do passado, ele é mais ele mesmo.  Allan Kardec Nas várias cidades por que passava uma companhia teatral, começaram a surgir casos de estupros e mortes de mulheres. Infelizmente, constatou-se que o criminoso era um ator …

Leia mais »

Arrependimento

Sidney Fernandes – 1948@uol.com.br Se arrependimento matasse, eu precisaria de outra vida. Zé Neto e Cristiano Ildefonso era filho de Dona Malvina, senhora virtuosa e devotada à causa do bem. Inválido, preso ao leito, o jovem parecia um cordeiro, tão resignado se comportava diante da enfermidade. Portadora de muitos méritos …

Leia mais »

Ouvir a Voz de Deus

Sidney Fernandes – 1948@uol.com.br Se eu quiser falar com Deus tenho que ficar a sós, apagar a luz, calar a voz, encontrar a paz, ter mãos vazias, aceitar a dor e apesar do mal tamanho, alegrar meu coração. Inspirados versos da composição de Gilberto Gil nos remetem à reflexão de …

Leia mais »