Home / Espiritismo / Doutrina Espirita / As Condições do Espírito Reencarnante

As Condições do Espírito Reencarnante

Tenho observado muitos irmãos que regressam ao corpo de carne, ensejando-me anotar a diversidade de condições de cada um deles.

Pode-se agrupar os espíritos reencarnantes em:

1) os que não conseguem entender a reencarnação e a ela são levados compulsoriamente (nesse caso estão contidos alguns recalcitrantes);

2) espíritos que sabem de sua necessidade de reencarnar, mas não têm possibilidade de planejar nenhuma condição que lhes seja útil no que diz respeito à sua evolução (são os grandes sofredores);

3) aqueles que já estão em caminho evolutivo e conseguem, através do conhecimento, estabelecer um plano digno de ascensão espiritual (são os que já encetaram seu aprimoramento);

4) espíritos de avançado estágio evolutivo que encarnam na terra para auxiliar irmãos que lhes são afins, porque não desejam continuar o progresso deixando-os para trás;

5) há ainda a encarnação de espíritos superiores; esta não tive oportunidade de saber como é planejada.

Como podem observar, essa divisão feita por mim abrange de forma geral o processo reencarnatório. Considerando-se que em cada item há uma enorme diversidade de condições e cada indivíduo é um caso à parte (já me referi a isso), todos poderão imaginar quão grande é a maneira pela qual um espírito consegue encarnar.

Muito em particular, quero explicar que, pelas perguntas que faço aos mentores, pude saber que dificilmente um espírito que já consegue planejar seu nascimento falha, e os que vêm para auxiliar seus afins nunca falham. Sei também que entre os que acabei de mencionar, todos têm seus nascimentos garantidos.

Dentre os compulsórios e sofredores, muitos arriscam ter interrompido o desenvolvimento do corpo ainda em fase uterina.

Os sofredores são os irmãos que têm muitas causas amargas cujas conseqüências devem arcar e não têm compreensão suficiente para se prepararem resignadamente para encetar a caminhada do resgate de maneira inteligente.

Os reencarnantes de forma compulsória, na sua maioria, nem percebem que reencarnam. Algumas vezes, lutam desesperadamente para continuarem desencarnados. São eles os que formam os grupos errantes, tão temidos, porque são malfeitores.

São os grandes conservadores das trevas. Grupos e mais grupos ainda assim permanecem e são comumente denominados “as forças do mal”. Quando são recolhidos, imediatamente voltam à carne, é a melhor maneira de se poder abrandar esses espíritos.

Livro Novas Mensagens, cap. 25, Espírito Luiz Sérgio – Psicografia de Alayde de Assunção e Silva.

Fonte: https://gecasadocaminhosv.blogspot.com/2018/03/

Sobre Fernando Rossit

Avatar
Fernando Rossit é funcionário público e reside em São José do Rio Preto. Espírita desde 1978, atua em várias tarefas nas casas espíritas "Associação Espírita Allan Kardec" e "Centro Espírita Irmão Gerônimo".

Veja

Perturbação Espiritual Após a Morte

Questão 163- A alma tem consciência de si mesma imediatamente depois de deixar o corpo? …

Pesquisa: Religião e Espiritualidade influenciam Índices de Qualidade de Vida

Pesquisa reúne estudos e observa efeitos causados por intervenções religiosas e espirituais na saúde mental. …