segunda-feira , outubro 16 2017
Home / Espiritismo / Doutrina Espirita / Novo no Espiritismo? Veja a melhor maneira de começar…

Novo no Espiritismo? Veja a melhor maneira de começar…

Parabéns por chegar até aqui! Conte conosco para te ajudar no que for preciso.

Como sabemos, nada na vida ou na Natureza acontece de uma hora para a outra. Nada vem sem esforço e dedicação, assim também acontecerá com as respostas que procura. Umas virão no exercício mental do estudo sério da doutrina, outras virão no exercício do coração, através da caridade.

I. Para seu estudo: recomendamos o ponto de partida da própria Doutrina Espírita, as obras de Allan Kardec:

1. O Livro dos Espíritos (1860) ou O que é o Espiritismo (1859)
2. O Evangelho Segundo o Espiritismo (1864)
3. O Livro dos Médiuns (1861)
4. O Céu e o Inferno (1865)
5. A Gênese (1868)

Dica: Aproveite os cursos da casa espírita. Existem cursos para todos os níveis. Aprender na sala de aula é uma experiência enriquecedora, você conta com professores experientes e também tira dúvidas sobre suas questões de estudos particulares.

Envie-nos um e-mail a respeito do seu interesse, ficaremos feliz em te enviar notícias da abertura de novos cursos.

Abaixo transcrevemos artigo de Paulo Roberto Wollmer sobre começar a estudar na Doutrina:

“Acrescentemos que o estudo de uma doutrina, qual a Doutrina Espírita, que nos lança de súbito numa ordem de coisas tão nova quão grande, só pode ser feito com utilidade por homens sérios, perseverantes, livres de prevenções e animados de firme e sincera vontade de chegar a um resultado. Não sabemos como dar esses qualificativos aos que julgam a priori, levianamente, sem tudo ter visto; que não imprimem a seus estudos a continuidade, a regularidade e o recolhimento indispensáveis. Ainda menos saberíamos dá-los a alguns que, para não decaírem da reputação de homens de espírito, se afadigam por achar um lado burlesco nas coisas mais verdadeiras, ou tidas como tais por pessoas cujo saber, cujo caráter e convicções lhes dão direito à consideração de quem quer que se preze de bem-educado. Abstenham-se, portanto, os que entendem não serem dignos de sua atenção os fatos. Ninguém pensa em lhes violentar a crença; concordem, pois, em respeitar a dos outros.”

O que caracteriza um estudo sério é a continuidade que se lhe dá. (…).

Allan Kardec foi quem fez esta importante colocação em o Livro dos Espíritos, capítulo VIII, Introdução, o que consideramos um alerta para os que, ao se aproximarem do Espiritismo o julgariam ou o questionariam sem o devido estudo prévio.

Na nossa vivência diária como espíritas, acostumamo-nos a conversar com as pessoas que estão aproximando-se do Espiritismo e sermos bombardeados por uma série de perguntas, as quais geram respostas que intrigam aqueles que as fazem. Somos da opinião de que em qualquer crença, as seguintes respostas deveriam dadas com muita clareza : O que somos ? De onde viemos ? Para onde iremos ? O que é Deus ? Devo ser bom ? Por que ? … e assim por diante.

Recorreremos ainda às palavras de Bruno Bertocco, em seu livro intitulado Deus : “O que toda criatura desapaixonada, equilibrada, sincera e honesta deve fazer, antes de julgar qualquer coisa, de fazer suas críticas a seu respeito, de negá-la ou aceitá-la, é, inicialmente, adquirir as respectivas informações concernentes à sua existência, aproximar-se para o devido reconhecimento da sua natureza, através da pesquisa e do estudo dos fatores relacionados à sua causa, ou dos fenômenos produzidos pelas forças originárias da parte fundamental, podendo desta forma, com conhecimento de causa, tirar suas conclusões, baseadas nos fatos, e formular seu veredicto com justeza, a respeito de tal coisa.”

Muitas pessoas aproximam-se do Espiritismo pelos mais variados motivos, no entanto poucas conseguem perseverar no estudo necessário para entendê-lo, ficam à margem, deslumbradas por alguns de seus aspectos e com grandes dúvidas sobre outros.

É por isso que o movimento espírita tem enfatizado ao longo do tempo a necessidade da implantação do estudo sistematizado da Doutrina Espírita em cada centro espírita. Lembrando o memorável Herculano Pires ( 1914-1979 ), o Espiritismo ainda continua um “desconhecido”, e a maioria , movida pela ânsia de soluções imediatistas, ainda não busca uma nova filosofia de vida, a par de uma explicação para o porquê “do ser, do destino e da dor”.

O slogan “Comece pelo começo” utilizada nas campanhas promovidas pela U.S.E. União das Sociedades Espíritas do Estado de São Paulo, tendo como figura nos cartazes as obras da Codificação ( O Livro dos Espíritos, O Livro dos Médiuns, O Evangelho segundo o Espiritismo, O Céu e o Inferno e A Gênese ) pode parecer óbvio, no entanto constatamos que muitas pessoas que são espíritas ou as que estão estudando o Espiritismo há algum tempo não começaram pelo começo, muitas vezes nem O Livro dos Espíritos chegaram a ler. Ora, nada mais aconselhável se quisermos estudar o Espiritismo, devemos começar pelo começo e o começo é a Codificação.

Depois de Allan Kardec, o codificador do Espiritismo, podemos citar autores importantes como Léon Denis, Gabriel Delanne, Ernesto Bozzano, Camille Flamarion, Herculano Pires, Deolindo Amorin, Eliseu Rigonatti, Yvone A. Pereira, Hermínio C. Miranda, Martins Peralva,Caibar Schutel, Richard Simonetti e muitos outros, além é claro dos autores espirituais Emannuel, André Luiz, Humberto de Campos, Manoel Philomeno de Miranda e vários outros.

Há muito para ler e estudar, torna-se necessário uma boa organização por parte daquele que vai estudar o Espiritismo, para não empregar o tempo de forma equivocada, seja não começando pelo começo, ou lendo obras pseudo-espíritas ou controvertidas, sem pureza doutrinária. Que cada um analise sua posição perante a pergunta que intitula este artigo e encontre o caminho correto, sendo que esperamos ter humildemente ajudado com este pequeno trabalho.

Bibliografia:
O Livro dos Espíritos, Allan Kardec
Livro Deus, Bruno Bertocco

II. Comece a trabalhar: a caridade é essencial em nossas vidas. É além de tudo, terapia que nos ajuda a enxergar -através do exercício de amor ao próximo, nossa real situação, reais necessidades, e desvios de nosso objetivo de vida. A prática da caridade conduz e consolida  nossos passos no caminho do bem.

Necessidade da caridade, segundo S. Paulo

Ainda quando eu falasse todas as línguas dos homens e a língua dos próprios anjos, se eu não tiver caridade, serei como o bronze que soa e um címbalo que retine; – ainda quando tivesse o dom de profecia, que penetrasse todos os mistérios, e tivesse perfeita ciência de todas as coisas; ainda quando tivesse a fé possível, até o ponto de transportar montanhas, se não tiver caridade, nada sou. – E, quando houver distribuído os meus bens para alimentar os pobres e houvesse entregado meu corpo para ser queimado, se não tivesse caridade, tudo isso de nada me serviria.

A caridade é paciente; é branda e benfazeja; a caridade não é invejosa; não é temerária, nem precipitada; não se enche de orgulho; – não é desdenhosa; não cuida de seus interesses; não se agasta, nem se azeda com coisa alguma; não suspeita mal; não se rejubila com a injustiça, mas se rejubila com a verdade; tudo suporta, tudo crê, tudo espera, tudo sofre.

Agora, estas três virtudes: a fé, a esperança e a caridade permanecem; mas, dentre elas, a mais excelente é a caridade (S. PAULO, 1ª Epístola aos Coríntios, cap. XIII, vv. 1 a 7 e 13.

 

Procure um responsável em nossa casa, pois sempre há vagas de trabalho abertas. Aqui mesmo, através do site é possível encontrar departamentos que anunciaram vagas. VOLUNTARIADO

Boa sorte!

 

Bibliografia

1)      1ª Epístola de Paulo aos Coríntios, cap. XIII, vv. 1 a 7 e 13.
2)      Kardec Allan, O Evangelho Segundo o Espiritismo, FEB – 112ª edição – Cap. XV, item 10.
3)      Kardec Allan, O Livro dos Espíritos , capítulo VIII e Introdução.
4)      http://www.espirito.org.br/portal/artigos/diversos/estudo/como-estudar-o-espiritismo.html

Sobre Alan Paschoal

:^D

Veja

Leitura semanal: Na Via Pública

Leitura semanal De 29/04 a 05/05  Na Via Pública  A rua é um departamento importante …

Leitura Semanal: Ambiente Caseiro

Leitura semanal De 15/04 a 21/04 Ambiente Caseiro A casa não é apenas um refúgio …

%d blogueiros gostam disto: